sábado, 8 de fevereiro de 2014

A menina que mora em mim.


"Sonhar é uma imitação do voo. Só o verso alcança a harmonia que supera os 
contrários - a condição de sermos terra e a aspiração do eterno etéreo." Mia Couto


Dentro de mim mora uma menina. A menina que mora em mim ainda olha para o céu, à noite, e faz pedidos quando vê estrelas cadentes. Se encanta com as fases da lua. Debruçada na janela, confessa à madrugada todos os seus desejos. Tem os mais lindos sonhos... quiçá, futuro. Mas não basta sonhar. Ela quer ser sonho. Faz de cada amanhecer uma oportunidade. Ao acordar, veste sua roupa de viver... e não deixa, na cama, os sonhos. Pinta com as cores mais bonitas a luz do novo dia. Abre portas e janelas como o sol abre o dia. Faz história. Lê histórias. Transforma livros em fragatas. Viaja. Ela ama as palavras... e, com o óleo da paciência, unge cada uma delas. Uma menina corajosa, ousada, forte... eu sou timidez e fragilidade. Cultiva, na alma, um lindo e perfumado jasmineiro. Carrega nas mãos o perfume das flores. Sobe nas árvores mais altas... e, quando cai, os olhos permanecem no céu. É nesse Azul que ela mergulha. Cheia de fé, segue em frente. Tenta. Recomeça. Se eu caio, fico no chão, esperando que ela me levante. Ela não tem medo. O medo é um departamento meu. A função de desacreditar, também. Ela tem a linda mania de ter esperança, de acreditar na vida, nas pessoas, nos sentimentos. Quanto a mim, às vezes, eu queria que a minha vida fosse um carro de bois... assim eu não precisaria ter esperança, apenas rodas - Como disse Fernando Pessoa em um de seus heterônimos.

Às vezes, ela fecha os olhos para ver. Seus olhos veem muito além. Enquanto os meus olhos, abertos, não veem nada. Ela cala para ouvir. Eu quero ser ouvida. Eu mantenho os meus pés no chão, mas ela tem asas. Com meus pés, junto andanças. Com suas asas, ela alcança horizontes. Encontra em cada vento um impulso para voar. Gosta de banho de rio, de mar, de chuva... Pesca, semeia, cultiva, colhe, acolhe.

Ela dança, canta. Encanta. Sempre encontra uma razão para sorrir, porque a vida assim tem mais sabor; porque a felicidade está na doçura de um abraço. Faz dos abraços um encontro perfeito. Assim é possível ter um coração no lado direito do peito. Ser o motivo de um sorriso é sinônimo de felicidade. Eu sofro por tudo e por nada. Ela vive intensamente as alegrias. Faz sorrisos, faz sol, faz dia... Eu nublo, faço chuva, anoiteço. Ela é serena. Eu sou inquieta. Sua serenidade tem mãos suaves. Minha ansiedade tem pés ligeiros. Ela reza, eu rezo. Rezamos. E nos contrários nos entendemos.

Ela não quer o pote de ouro, ela quer o arco-íris. Eu quero a oitava cor. Para ela, o amor é sagrado e, assim como a fé, tira as montanhas de seus lugares. E move todo o céu. Quer ser chama. Quer ser círio. Ser o eterno círio de um coração é o que ela espera da alegria. Segurar uma mão é tudo o que ela espera na caminhada... porque de mãos dadas as paisagens ficam mais bonitas, porque dar de si, é o ápice da caridade, do amor, da amizade.

As qualidades são dela. Os defeitos são meus. Um deles é, vez em quando, esquecer de acordá-la. Há dias assim. De repente, olho para o meu corpo, vejo as roupas antigas, sem cores e percebo que nesse dia me vesti sozinha. Ela estava dormindo. Os dias mais alegres são aqueles em que tomo de empréstimo as suas roupas, são aqueles em que ela faz trança em meus cabelos e me perfuma com jasmim. Com ela o dia é canção, é força, é porta aberta. Se a não ouço, os tropeços são fáceis.

Cuidadora das minhas imperfeições. Cuidadora de mim. Vou aprendendo com ela... a menina que mora em mim. Ora caminha comigo, ora voo com ela. Os quereres são nossos. Uma partilha de aspirações.

Sem ela, nada sou. Sem mim, ela dormiria por toda a vida. Enquanto ela viver, viverei... viveremos.

33 comentários:

  1. QUE LINDO!!!...realmente ela canta e encanta, quem a conhece é mesma assim; linda, inteligente, sonhadora, forte, talentosa e humana.
    ATT; ANA NEIRE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aninhaaaa, que bom te ver aqui... Ah, muito obrigada. Você que é linda e muito querida. Bjo

      Excluir
  2. O texto é lindo inspirador para damos mais efase a mulher coragoja, ousada e criativa que existe dentro de cada uma de nós. Parabens Jane continua sempre assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo mesmo é receber o teu comentário aqui, Pri. Muito obrigada. Bjo.

      Excluir
  3. Doce Janna!

    Minha psique tem equilibrio entre o feminino e o masculino. Por isso me identifiquei tanto com seu texto, pois meu menino, ou minha criança interior é sonhador, romantico.
    Faço isso nas madrugadas, olhando as estrelas. Lembro do Pequeno Prícipe de Antoine de Saint-Exupéry, e fico andando sobre os planetas. mas nunca estou sozinho, meu menino está sempre de maos dadas com uma menina. Nao sei que é ela. Talvez seja um anjo. Não é carência feminina. Nao. Muito pelo contrário é aquele desejo intrínseco da criança de estar em uma aventura inocente com alguem, de sonhar juntos, de brincar juntos de fazer "viagens imaginarias"juntos, e ficar narrando um ao outro.
    Este texto lindo, me permite, está de acordo com o Caderno de Educação.

    por isso peço-te Janna, mande para o cadernodeeducacao.contato@gmail.com

    Qualquer dúvida antes, me avise e vou avisar a editoria que tu vais mandar.

    Está tão perfeito que merece ser publicado e acredite a Editora, que é uma paixao, vai se sentir lisonjeada com tua crônica. Acredite

    Feliz de sua partilha.

    Conttinuemos com nossas crianças sonhando e fazendo nossas viagens pelas galaxias da vida. Assim vivemos mais e sofremos menos.

    Privilégio.

    Vou esperar suas crônicas sempre no meu e-mail

    A proposito, a próxima é minha convidada para a Sala de Protheus.

    Sem recusas.

    profeborto@gmail.com

    Afetos na alma do sul

    José Carlos Bortoloti
    Passo Fundo - RS -

    www.epensarnaodoi.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professor, muito obrigada pelo carinho. Estou muito feliz com o seu convite. Enviarei sim. O privilégio é meu.

      Que nossas crianças continuem sonhando.

      Abraço.

      Excluir
  4. Amei a menina que mora em vc. Basta olhar nos seus olhos devarinho e logo se encontra essa linda menina. Bjs

    Zélia Leite

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seus olhos que são sensíveis, amiga. Muito obrigada! Bjo.

      Excluir
  5. E que bom que ainda existe esta menina!
    É ela quem produz toda doçura, mansidão...
    É ela quem nos desacelera...
    E ela nos embala para a vida sem nada temer, como criança em sua primeira viagem de balanço.
    Lindíssimo texto, minha linda!
    Beijo
    Ana Vitória

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, Aninha. Essas meninas fazem de nós, mulheres melhores.
      Agradeço sua visita e carinho. Bjo.

      Excluir
  6. Você me deixou sem palavras. Adoro essa menina de olhos verdes, cabeça feita, coração gigante.
    Devemos deixar viver a criança que mora em nós. O mundo está muito frio.
    Precisamos resgatar a pureza, a simplicidade, descomplicar um pouco a vida e lutar com alegria.
    Gosto de tudo que você escreve. Já falei isso antes.

    Beijos, querida. Saudade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você que é muito gentil rs. E eu já falei antes que gosto de ter ver aqui no meu blog. Então, vamos descomplicar e viver com mais alegria.

      Muito obrigada. Bjo, amigo querido!

      Excluir
  7. Janne, que lindo texto. Puxa, quanta sensibilidade. Arrasou, amiga loira do meu coração. A menina que mora em mim gosta muito da menina que mora em você, rsrsrs.

    Bj. Marcela.

    Bj.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mama, eu gosto da menina que mora em você rs. Bjo.

      Excluir
  8. Linda princesa Janne, sempre um prazer ímpar cada volta em seu belo blog.
    Parabéns pelo belíssimo texto.
    BeiJanes e Mimos em seu coração belo.
    Jane Di Lello.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jane querida, é um prazer recebê-la aqui.
      Muito obrigada. Bjo.

      Excluir
  9. Janne,

    Minha querida, que texto lindo. Cada palavra escriota, cada palavra escolhida torna-se um privilégio, um deleite na leitura.
    Encontrei-me no seu texto e tenho certeza que muitos, nele também se encontraram...

    Beijo no seu coração, na sua alma.

    Katharina

    ResponderExcluir
  10. Lindo texto, amiga. Bom saber que ainda há em você, apesar dos tropeços da vida, essa menina que teima em ser feliz! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas ainda não aprendi a escrever como você.
      Muito obrigada, amiga.
      Bjo.

      Excluir
  11. Lindo texto. Parabéns pela sensibilidade...

    ResponderExcluir
  12. Querida Janne, esse texto é encantador! Feliz os que cultivam a criança que temos no nosso interior, sua sensibilidade aflora de maneira que nos contagia. Parabens!
    Heyder

    ResponderExcluir
  13. Muito obrigada, Heyder. Precisamos cultivar sempre a criança que mora em nós.

    ResponderExcluir
  14. Sensibilidade que nos incita a reconhecer a criança que habita em nós! Texto muito bom, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Hilda. Nos dias mais cinzentos é bom acorda a criança que mora em nós.

      Excluir
  15. Boa noite ou bom dia,
    Esbarrei aqui na sua página, q bom!
    Talves não tenha sido o acaso, e sim a minha menina, que procurava um belo conto para a nossa alegria.

    Belo texto.

    Já virei sua leitora ")

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Helaine. Seja bem vinda ao meu blog.

      Excluir
  16. O sonho faz parte do ser humano, não podemos deixar de sonhar e almejar a esperança para o que desejamos. Lindo texto

    ResponderExcluir